segunda-feira, 1 de junho de 2009

as vezes quero, as vezes não
não pondero, quero tudo
me escondo do furacão
no seu centro-olho
tão obvio
que não pode me ver
espero
acho que sim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário